20 de mar de 2009

oSSos do Ofício

Eu fui comprar umas barras de aluminio pra esquadrilha, fui ao centro da cidade, comprei, a barra tinha uns 6 metros, pedi o rapaz pra dividir pra mim, e voltei pra pegar o ônibus, no ponto perguntei ao motorista se podia entrar, ele permitiu.
Entrei no ônibus, sentei logo atraz da roleta, e coloquei as barras de aluminio paralela aonde eu sentei, verticalmente.
Todo mundo que acabava de passar na roleta, levava a mão na minha vara, digo na barra de alumínio, achando que era os tubos de apoiar do ônibus, era sem excessão, passava pela roleta, levava a mão e percebia q não era quando não dava suporte, pois estava solta.
Com isso, entrou uma moça, que ao levar mão na vara, ela balançou, a moça só soltou um gritinho (uiii), e largou da barra, todos que estavam no coletivo riram.
Ao chegar em casa, contei para a minha esposa, que na bucha me falou: "Isto tudo só aconteceu porque a sua vara tava mole". Achei pejorativo.

Essa história com duplo sentido foi contada por um amigo que pediu para não ser identificado, mande também a sua.

Nenhum comentário: