3 de jan de 2009

oSSos do Ofício

Eu sou bombeiro no Rio de Janeiro, um dia, quando cheguei pra atender a um acidente, um colega de uma outra viatura já estava tentando colocar um protetor cervical em um homem, que relutava dizendo que estava bem, mas o meu companheiro dizia que era procedimento padrão, e o homem tentando falar, mas o outro bombeiro não deixava, até que eu resolvi conversar com esse homem.
- "O que o Senhor está sentindo"?
- NADA! - Respondeu o homem, quase que fazendo beiço.
- "Não sente nenhuma dor"?
- Na verdade eu só estava passando aqui na hora, eu não estava no acidente, finalmente o homem conseguindo explicar.

Enviado por e-mail por Paulo Fernandez, do Rio de Janeiro. Mande-nos a sua também.

Nenhum comentário: