21 de dez de 2008

Conto de Fadas para Adultos - Parte 3

Cinderela era uma moça linda, meiga, delicada, que vivia como maltrapilha junto de sua madrasta malvada e suas meia irmãs.
Todas elas estavam excitadas com a chegada do dia do grande baile.
Como todo mundo já sabe, Cinderela tinha seus problemas.
E foi a Fada Madrinha quem resolveu, dando-lhe roupas maravilhosas, uma carruagem e sapatinhos de cristal e tals.
A noite poderia ser perfeita, se não fosse um pequeno detalhe:
ela estava menstruada.
Naqueles tempos ainda não havia sido inventado o absorvente e as mulheres se viravam com toalhinhas.
- Já pensou, Fada Madrinha, se o meu lindo vestido branco ficar sujo bem no meio do baile? - disse Cinderela, chorando.
A Fada Madrinha enxugou suas lágrimas e respondeu:
- Fique tranqüila, minha filha! Com meus poderes de fada buscarei, no futuro, um objeto que resolverá seu problema.
E com um toque de sua varinha de condão, transformou uma abóbora num O.B. e disse para Cinderela, não esqueça que todos os fetiços acabarão a meia noite em ponto.
Na festa ela dançou com o principe, e o encantou, a festa foi ótima, e com toda a alegria ela distraiu.
E infelizmente, quando o relógio marcou meia-noite, a pobre Cinderela explodiu.

Um comentário:

Anônimo disse...

Nossa que história malukaaaa
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk